• Jorge

O planejamento estratégico na hora do branding

O casamento perfeito para transformar uma ideia em realidade.


As definições de branding quase sempre se misturam com a ideia de marca. Sim, elas têm muito em comum, até porque, o primeiro é originário do segundo. Porém, enquanto o branding tem uma relação mais estratégica voltada a definição das ações e planejamento, a marca é tudo aquilo que é aplicado no real.

Portanto, uma marca sem branding é quase certo que os resultados não serão tão satisfatórios. E aí, chegamos a um elemento fundamental para implementar um bom branding: o planejamento estratégico.


O que é o planejamento estratégico?


Quando se trata de marca, antes da mensagem chegar ao consumidor, várias etapas são determinantes e o planejamento estratégico é a base disso. Ele é a junção de todas as iniciativas com o objetivo de estruturá-la e gerar uma comunicação alinhada. O planejamento é o responsável por converter o propósito da marca em valores práticos, criando a percepção que o consumidor terá do produto ou serviço.

A ideia é sempre aprofundar cada vez mais a conexão do cliente com a empresa. Ele não pode só se identificar com os benefícios que ela oferece, precisa também ter um vínculo com seus valores e estilo.



Como funciona?


O branding pode também ser traduzido como o posicionamento que a empresa tem no mercado. Nesse contexto, a mensagem é muito importante para definir em que lugar na vida dos consumidores a marca está.

Para isso, são determinados alguns parâmetros, como a definição da identidade visual, o tom de voz, o tipo de conteúdo e muitas outras ações que tornam a percepção da marca mais clara para os consumidores.

Mas e aí? Como começar o planejamento estratégico em branding? É o que vamos responder a seguir.



Como começar?


Não vamos mentir para você, leitor, o planejamento estratégico em branding é muito mais do que algumas dicas em um texto. Às vezes, é um trabalho que leva meses, tanto por necessitar entender o perfil do público, quanto para compreender o que a empresa quer passar. Alinhar esses aspectos de uma maneira harmônica não é tão simples, entretanto, há formas de começar e é sobre isso que vamos falar aqui. Confira!

Pense na personalidade da marca

É muito importante definir as características marcantes da sua marca, o que fará ela ser reconhecida apenas com uma frase ou imagem, por exemplo? Nesse processo, pensar nos adjetivos relacionados e nos aspectos do estilo são fundamentais. Além, é claro, de ver a marca como uma pessoa.

Veja, uma empresa de mochilas para trilhas, deverá personificar a sua imagem para como alguém radical que gosta de esportes e da vida selvagem. Nesse sentido, as escolhas de como comunicar devem ter a ver com essa “pessoa”.


Tom de voz

Esse é um fator que está unido com a personalidade da marca. É hora de definir como a empresa se expressará em seus textos e conteúdos. Qual é a linguagem? É mais profissional? É mais descontraída? Um detalhe importante é que precisa estar alinhado com os consumidores, especialmente, com as gírias e expressões do cotidiano, obviamente sempre com contexto.


Conteúdo

Sobre o que a sua marca vai falar? Claro, ela terá que falar sobre os produtos ou serviços, mas hoje esse tipo de imposição — compre e não questione, não funciona mais. Lembre-se, você está construindo o seu branding e quer que o consumidor tenha uma percepção profunda da sua marca.

Sendo assim, um bom planejamento estratégico deve contar com uma ideia clara do tipo de conteúdo. Para isso, além de compreender o seu cliente, é fundamental entender o seu segmento. Procure saber o que influencia tanto internamente quanto externamente a sua área, como o mercado e a concorrência se comportam. Essas informações te ajudarão a determinar um bom conteúdo.


Canais

Ok, você já definiu como vai falar, agora precisa identificar onde. Quais são os melhores lugares para divulgar a sua mensagem? Isso claro, não pode ser determinado por achismos, você precisará se basear no que pesquisou sobre seus clientes.


Quais são os lugares que eles mais usam? O que mais falam lá (isso te ajudará a ter conteúdos)? Também, é interessante descobrir o porquê acessam. O que eles buscam e consomem lá?


Pensar em planejamento estratégico em branding é buscar por uma direção. Uma orientação totalmente alinhada ao mercado e a como a sua marca quer ser vista.



gif



Espero que esse texto tenha esclarecido, pelo menos, inicialmente as suas dúvidas sobre o assunto.


Até mais,

Sr.Jorge


48 visualizações0 comentário